Anais da II Reunião Sulamericana para Manejo e Sustentabilidade da Irrigação em Regiões Áridas e Semiáridas

 

A II Reunião para Manejo e Sustentabilidade da Irrigação em Regiões Áridas e Semiáridas tem como abrangência países sul-americanos. A I Reunião foi realizada na cidade de Salvador – BA, no período de 21 a 23 de Outubro de 2008, e contou com participação de representante das instituições do Brasil, Chile, Argentina, Bolívia e Equador. Como resultado da reunião foi lançado em 2009 o livro “Manejo e sustentabilidade da irrigação em regiões áridas e semiáridas”. Finalizando a I Reunião foi formalizado o compromisso mútuo de continuidade, produzindo a “Carta de Salvador” para a formação da Rede Sulamericana para Manejo da Irrigação em Regiões Áridas e Semiáridas. Em consequência, no mês de janeiro de 2010, foi assinado um acordo de cooperação técnico-cientifico entre os países sulamericanos (Chile, Brasil, Argentina, Bolívia e Equador) com a presença dos reitores das seguintes instituições: Ernesto Figueroa Huidobro, reitor da Universidad de Concepcíon (Chile); Rubén Eduardo Hallú, reitor da Universidad de Buenos Aires (Argentina); Walter Lopez, vice-reitor da Universidad Mayor de San Simon (Bolívia); Alfonso Espinosa Ramón, reitor da Escuela Politécnica Nacional de Quito (Equador); Paulo Gabriel Soledade Nacif, reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (Brasil); Thompson Fernandes Mariz, reitor da Universidade Federal de Campina Grande (Brasil) e Jesualdo Pereira Farias, reitor da Universidade Federal do Ceará (Brasil).

Sabe-se que o crescimento sustentado da agricultura depende da preservação dos recursos naturais e do meio ambiente. A agricultura irrigada tem sido importante estratégia para otimização da produção mundial de alimentos, proporcionando desenvolvimento sustentável no campo, com geração de emprego e renda de forma estável. O manejo racional da irrigação pressupõe o uso criterioso dos recursos hídricos disponíveis para se maximizar a produtividade das culturas com o uso eficiente da água, da energia, dos fertilizantes e de outros insumos empregados na produção, considerando os aspectos sociais e ecológicos de cada região. Atualmente, a agricultura irrigada está enfrentando um grande desafio pelo fato de água de boa qualidade estar ficando escassa e existirem conflitos de interesses entre os múltiplos usuários (indústria, abastecimento humano e agricultura).

Site oficial do evento: http://www.ufrb.edu.br/2sulamericana/

Exibir # 
Título
Acessos
Classificação do Potencial de Terras para Irrigação na Região do Alto da Bacia do Rio Itapicuru
1445
Utilização do Geoprocessamento no Estudo da Aptidão de Terras para Fins de Irrigação na Região da Sub-Bacia do Rio Capivari – Bahia
1471
Ajuste de Modelos de Distribuições de Probabilidade a Série Histórica de 1970 a 2007 de Evapotranspiração de Referência (ETo) em Mossoró-RN
1430
Cultivo de Melão Pele de Sapo Híbrido ‘Medelin’ Irrigado com Água de Diferentes Salinidades
2020
Desempenho de Cultivares de Girassol em Área Irrigada Sob Semeadura Direta em Barra-BA
1420
Desempenho de Cultivares de Girassol Sob Irrigação em Plantio Direto no Município de Barra-BA
1479
Desempenho de Cultivares de Girassol em Área Irrigada Sob Semeadura Convencional em Barra-BA
1325
Crescimento Inicial do Meloeiro Cultivado em Dois Solos e Irrigado com Água de Diferentes Salinidades
1350
Agricultura Irrigada, Meio Ambiente e Desenvolvimento: Análise das Áreas Irrigadas de Juazeiro-BA
1683
Produção e Biometria do Milho Irrigado com Água Salina
1343