Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Relação entre Diâmetro e Profundidade do Bulbo Molhado na Irrigação por Gotejamento Superficial


http://www.ufrb.edu.br/pgcienciasagrarias/

http://www.wrim.com.br/

downloadpdf

Celsemy E. Maia1

 

Resumo: Com o objetivo de avaliar a relação entre o diâmetro máximo (Dmax) e a profundidade máxima (Zmax) no do bulbo molhado na irrigação localizada, em função da vazão do emissor (q) e do tempo de aplicação de água (t) usando o modelo de superfície de resposta, foram instalados experimentos em seis solos (Luvissolo Crômico, Argissolo Vermelho Amarelo, Cambissolo Háplico, Neossolo Quartzarênico, Latossolo Vermelho e Neossolo Flúvico), concluindo que, a estimativa da relação Dmax/Zmax1/3 em função de q e t usando o modelo de superfície de resposta foi superior a estimativa de Dmax/Zmax., e que, com exceção do Neossolo Flúvico, a relação Dmax/Zmax1/3 igual a 14 pode ser utilizada para fins de dimensionamento e manejo da água de irrigação do meloeiro.

Palavras-chave: modelagem de água e solo, infiltração de água no solo, manejo da irrigação

 

Abstract: Aiming to evaluate the relationship between the maximum diameter (Dmax) and the maximum depth (Zmax) of the wet bulb in irrigation, depending on the emitter flow (q) and time of water application (t) using the model surface response, experiments were installed in different soils (Entisol, Ultisol, Inceptisol, Psamment, Oxisol, Fluvent), concluding that the estimate of the relationship Dmax/Zmax1/3 in function of q e t using response surface model was higher than the estimate of Dmax/Zmax, and that, except to Fluvent the relationship Dmax/Zmax1/3  equal to 14 can be used for purposes of design and management of irrigation of muskmelon.

Key words: water and soil modeling, soil water infiltration, irrigation management

 

1 Professor Doutor do Departamento de Ciências Ambientais e Tecnológicas da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), celsemy@ufersa.edu.br

 

Literatura Citada

BERNARDO, S.; SOARES, A. A.; MANTOVANI, E. C. Manual de irrigação, 8 ed.. Editora UFV, Viçosa, 625p. 2006.

CARMO FILHO, F.; ESPÍNOLA SOBRINHO, J.; MAIA NETO, J. M. Dados meteorológicos de Mossoró (Jan. de 1988 à Dez. de 1990). Mossoró: ESAM/FGD, 1991. 121p. (Coleção Mossoroense).

ELMALOGLOU, S.; DIAMANTOPOULOS, E.; DERCAS, N. Comparing soil moisture under trickle irrigation modeled as a point and line source. Agricultural Water Management, n. 97, p.426–432, 2010.

MAIA, C. E. Modelos matemáticos para estimativa da geometria do volume de bulbo molhado por irrigação por gotejamento superficial no Agropolo Assu-Mossoró. Tese (Doutorado em Recursos Naturais), Centro de Ciências e Tecnologia, Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande. 127p. 2005.

MAIA, C. E.; LEVIEN, S. L. A. Estimativa de dimensões de bulbo molhado em irrigação por gotejamento superficial aplicando modelo de superfície de resposta. Revista Ciência Rural, v.40, n.6, p.1302-1308, 2010.

MELO, T. K. Evapotranspiração, coeficiente de cultura e produção do melão Gália irrigado com água de diferentes salinidades. Dissertação (Mestrado em Irrigação de Drenagem), Universidade Federal Rural do Semiárido, Mossoró. 87p. 2009.

SCHWARTZMAN, M.; ZUR, B. Emitter spacing and geometry of wetted soil volume. Journal Irrigation and Drainage Engineering, v.112, n.3, p.242-253, 1986.

ZUR, B. Wetted soil volume as a design objective in trickle irrigation. Irrigation Science, v.16, p.101-105, 1996.